4 de dez de 2013

Notas Mensais - Novembro - Dezembro 2013

Inspirado em uma ideia inovadora de meu amigo Gustavo Nogy, do blog Ad Hominem - Humanidades e outras falácias, resolvi postar, para a posterioridade e para quem não vier a ver na hora, algumas de minhas notas facebookianas, em especial as um tanto mais extensas. Já esta data, 04/12/2013, foi escolhida por meu blog ter sido fundado em um dia 04, o de Fevereiro de 2011, o que fará com que, no aniversário de 3 anos, quando mudar de plataforma, este tipo de post ser um dos inaugurais e garantidamente constantes (a não ser, claro, que eu perca o acesso à Internet).

Enfim, vamos às notas, que falarão, hoje, na ordem, sobre Cientificismo (sobre o qual ainda falarei neste blog), Humor (sobre o qual já falei no blog por diversas vezes), Linguística (ainda a comentar mais profundamente) e Gregório Duvivier (sobre o qual espero NÃO mais comentar por estas bandas).


PS: A explicação só será dada esta vez. Nas outras, linkarei este post (ou não).

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Infelizmente, no Brasil, o cientificismo está "moralizado", está como uma coisa que não presta, que não deve ser levada a sério, que é uma visão reducionista das coisas."
É, no Brasil e em qualquer lugar do mundo em que as pessoas tenham mais de um neurônio ativo no cérebro. Aliás, existe um lugar específico em que o cientificismo é levado a sério: Na cabeça de cientificistazinho burro que acha que "só através da ciência a gente vai alcançar a evolução da nossa sociedade", como se a ciência tivesse qualquer pretensão de se envolver nesse tipo de patacoada.

E, sobre o uso do termo "evolução", Darwin não curtiu isso.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
  Humor: O império esquerdista contra-ataca

Caros controladores do riso alheio, entendam de uma vez: O brasileiro não se "acomoda com a situação" ou é "racista, machista, homofóbico, transfóbico e ateofóbico" por rir do conteúdo A, B ou C ou por fazer piadas com quem quer que seja. Esse tipo de juízo é, no máximo, uma pseudo-psicanálise furada - a ideia de que é o riso é um dos elementos que nos define - aliada a uma petição de princípio cretina - a petição de que, se eu rio de uma piada com o grupo X, logo sou contra este grupo.

O brasileiro, na verdade, se acomoda com a situação por três motivos, que podem estar interligados ou não: É frouxo demais para se arriscar a perder o que tem, não tem ímpeto revolucionário (nem precisa ter, na verdade) e SABE que, por mais que se faça, a estrutura do poder no Brasil, dominada pelo paternalismo esquerdista, não permitirá nada fora do Estado e, principalmente, nada MELHOR do que o Estado, fazendo com que qualquer esforço fora dessa mesma estrutura de poder para ir mudando a situação aos poucos se torne, ao fim e ao cabo, inútil.

O detalhe é que, em um país como este, mobilização só adianta se for para mudar o sistema de cabo a rabo, e o brasileiro não tem o mínimo preparo para fazer isso sem ser iludido por alguém metido a messias, algo de que a grande maioria dos brasileiros também têm consciência. Percebe-se, então, que quem age aqui não é a "indução à alienação pelo humor", mas a voz da prudência e do bom senso.

Já quanto aos preconceitos listados, eu, defensor das Cotas Raciais, já afirmei isso peremptoriamente e não me arrependo: não somos racistas. O mesmo vale para "homofóbicos" ou qualquer outro adjetivo de denotação negativa. Podemos, sim, ter preconceito contra alguma coisa, só que não como bloco coeso, mas sim como indivíduos incoerentes por natureza e que, por questões tanto naturais quanto culturais E individuais, não têm como pensar o mesmo sobre todas as pessoas, quaisquer que sejam suas características físicas ou psicológicas.

É óbvio que há, no Brasil, racistas, homofóbicos, machistas e tudo o mais que queiram, mas daí a dizer que a entidade "brasileiro", usada para representar a grande massa da população, é composta por esse tipo de gente é fazer uma generalização apressada e que sequer pode ser provada, visto que não há como medir, sem incorrer em algum vício, o grau de preconceito contra algum grupo de uma massa de 190 milhões de pessoas, o que faz com que essas afirmações ("Somos racistas, homofóbicos, etc") sejam todas não-falseáveis e, por isso, impossíveis de serem colocadas sob qualquer investigação séria e minimamente fiável.

Esse tipo de frase, portanto, é puro apelo emocional de quinta e nada mais. Aliás, minto, é algo mais sim, é a tentativa por parte de certos grupelhos de inspiração totalitária de, progressivamente, ir criando o ambiente para o que eles querem instalar: Uma sociedade de fracos que precisam, desesperadamente, recorrer a todo tipo de censura possível e imaginável até mesmo quando meramente cogitam que alguém pense mal deles. E, não se enganem, ditar como deve ser feito o humor ou mesmo do que as pessoas devem ou não rir não só é um dos primeiros passos para a construção dessa sociedade, mas também é um dos alicerces ideológicos para alcançar esse fim.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Esse babaquara Olavo de Carvalho nunca ouviu falar em Linguística como ciência, não sabe quem é Saussure e mto menos Joaquim Matoso Câmara Júnior."
Percebe-se que um babaca desses não leu um artigo sequer do Olavo e já veio falar merda. Cidadão, permita-me esclarecer-lhe: Olavo tanto não sabe quem é Saussure que se apropria de sua noção de signo melhor do que muito estudante de Letras por aí. Se não o fizesse, não poderia afirmar, por exemplo, que, com nosso "método" educacional de boteco, os novos alunos passaram a desconhecer o real sentido das palavras e a crer, piamente, nos sentidos que seus professores, tendenciosos para a esquerda até o último grau, lhes incutiam, e que é justamente isso que faz com que um debiloide possa, por exemplo, criar uma página e fazer um meme chamando Roger Scruton, filósofo conservador aliado às ideias de Winston Churchill, de fascista, ou mesmo que certos sites ditos pragmáticos chamem alguém como Constantino de "a extrema-direita conservadora brasileira".

Então, não, "babaquara", Olavo de Carvalho tem outros defeitos, mas, definitivamente, não padece desse mal que você citou (isso, é lógico, aceitando que Linguística seja ciência e que Linguística seja igual a Sociolinguística, o que não é verdadeiro).

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O estulto (assim falaria um velho amigo) Gregório Duvivier, ao justificar mais um espantalho, desta vez seu, contra a chamada "extrema-direita brasileira" (que nada tem de extrema nem de bem organizada politicamente), posta o seguinte comentário:
"A coluna de hoje tem suscitado a revolta dos que não entenderam, a revolta dos que entenderam e se sentiram ofendidos, e muitas perguntas sobre minha real opinião sobre o assunto. Aí vai: acho nobre o surgimento de um partido sem "caciques políticos", isto é, que surja unicamente da vontade popular, como é o caso do Partido Novo. No entanto, não concordo com os ideais utilizados, nem com os padrinhos adotados. Não concordo com o Constantino, com o Von Mises, não concordo com o conceito de Estado Mínimo - e acho que nesse aspecto o partido novo é velho. Sou a favor de um estado presente, não só na saúde e na educação, mas na cultura e no mercado. Isso não significa que eu seja marxista, stalinista, petista ou lulista. Significa simplesmente que ainda acredito na necessidade do Estado fomentar, proteger, intervir. Sonho com mais projetos culturais incentivados pelo governo, mais escolas, mais teatros e hospitais públicos, e de melhor qualidade, mesmo que isso signifique mais impostos. Talvez o velho seja eu, já que o liberalismo e o libertarianismo estão "super em voga". A vantagem é que eles pregam a liberdade de expressão e nisso a gente concorda. Então, pelo menos, discordem educadamente, senão fica contraditório"
Primeiro de tudo, dada a forma pré-ginasial como a ironia de sua coluna, assim como a daquela escrita pelo "cumpanhero" Antônio Prata semanas antes, foi construída linguisticamente, é de se surpreender que realmente exista alguém que não saiba qual é a real opinião de Duvivier sobre o assunto. Este tipo de pessoa, aliás, é extremamente previsível: Diz que luta pela "pluralidade democrática" e pela "liberdade de expressão", mas não consegue sequer conceber, sem todo esse espanto, um partido que fuja do que pensa ser a política. Como já disse em outra oportunidade, nessa sobre o filho de Mário Prata, essa noção de "pluralidade política" é de dar inveja a qualquer Stalin.

Em segundo lugar, é muito fácil dizer "não concordo com x ou y" e simplesmente soltar um espantalho pessimamente construído linguisticamente, e depois se surpreender com "a raiva de quem entendeu". O difícil é escrever um texto formal mostrando do que discorda e com o que concorda - visto que é impossível discordar 100% de alguém. O citado Constantino, por exemplo, não precisou de sarcasmo do maternal para destruir tanto Prata quanto Duvivier, este, aliás, duas vezes seguidas. Ou será que falta ao namorado da ainda mais "intelequitual" Clarice Lispector, digo, Falcão, a capacidade sináptica para debater a sério?

Depois, o comediante faz, talvez, sua piada mais genial até o momento presente: Afirma querer um Estado "mais presente na cultura", por meio de "mais impostos". Dear Duvivier, já ouviu falar de "mecenato"? Pois é, eu já, e sei muito bem o que acontece nesse sistema: Financia-se um artista para que este faça certo trabalho, desde que este trabalha NÃO AFETE A IMAGEM DO MECENAS, ou, melhor dizendo, de quem paga o artista. O que levaria Gregório a pensar, então, que o Estado brasileiro, dominado por socialistas de mente totalitária, faria diferente e daria ao artista total liberdade criativa?

Aliás, desculpem, minto, está aí a Literatura Russa de 1920 a 1989 para provar que estou errado... ops, desculpem, engano meu de novo, não está.

E, sim, senhor Gregório Duvivier, o velho aqui é o senhor, e isto é provado ao percebermos que, dos mais de 30 partidos existentes "in terra brasilis", NENHUM defende Liberalismo ou Libertarianismo. E, olha que curioso, muitos partidos têm, como ídolo-mor, Getúlio Vargas, político dos anos 1920. Se isto não for velhice, perdi a noção de tempo.

Estar "velho", entretanto, não significa que você esteja errado (isso, aliás, foi uma falácia lógica por sua parte, visto que a idade de uma ideia não importa em nada para sua veracidade). O que lhe faz estar errado é a lógica, senhor Duvivier, e a sua mais pura falta de embasamento filosófico para fazer qualquer acusação digna a um partido cujo único erro, ao que me consta, é pensar à direita da extremíssima-esquerda.

Por fim, e para encerrar mais um blá-blá-blá progressista, o comediante de porta de esquina, ops, digo, "dos Fundos" nos pede para que discordemos educadamente dele, senão "fica contraditório" com a "liberdade de expressão". Mas, ora, Gregório, não é mais contraditório ainda com a liberdade de expressão, segundo sua ótica (que está ERRADA, diga-se de passagem, pois discordar educadamente ou não não tem a ver com liberdade de expressão), produzir um espantalho miserável do outro lado e dar mais uma arma para totalitários continuarem a tratar quem deles discorda como um simples atraso de vida?

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 

Sobre o Autor: Octavius é graduando em Letras e, ainda timidamente, tenta se deslocar pelas trilhas da Filosofia e do Comentário Político. Quando se achava o melhor e mais inteligente dos escritores, conheceu o pessoal do Ad Hominem (e muitos outros). Quando se achava o pior e mais burro escrevente, conheceu Duvivier (et caterva).

21 comentários:

  1. Brasil é "dominado pelo paternalismo de esquerda"? Sério? Me de exemplos pois acho que vc não mora no mesmo país que eu.
    Outros pontos, não foi só Stalin tinha uma noção de pluralidade estreita, não sei se vc esqueceu que os PC's foram durante grande parte da historia proibido em países ocidentais, ou seja isso não é um problema somente de esquerda como sinto no seu comentário.
    OK! Me diga um artista que é 100% livre? Depois é bom lembrar que não é só o estado que tem ideologias e que a arte é ligada querendo ou não a uma e isso não faz dela melhor o pior.
    É sério que vc acredita que o Brasil é um país dominado por socialistas de tendências totalitárias? Olha acho que tu tem de ler sobre economia brasileira e sobre o que é totalitarismo, pois nosso país não se encaixa em nenhum dos dois.

    ResponderExcluir
  2. Antonio,

    "Brasil é "dominado pelo paternalismo de esquerda"? Sério? Me de exemplos pois acho que vc não mora no mesmo país que eu."

    Se Lula não foi exemplo suficiente, sua concepção política está definitivamente distorcida, meu amigo. Quer outras? Bolsa-Família, Cotas para Deputados, etc.

    "Outros pontos, não foi só Stalin tinha uma noção de pluralidade estreita,"

    Só que ele é o melhor exemplo disso, e foi o que eu disse.

    "isso não é um problema somente de esquerda como sinto no seu comentário."

    Não mesmo, mas é intrínseco ao esquerdismo em geral.

    "OK! Me diga um artista que é 100% livre? "

    Se formos por esse argumento, revogamos a liberdade, pois ninguém é 100% livre em nada.

    "Depois é bom lembrar que não é só o estado que tem ideologias "

    Só que é só o Estado que tem dinheiro público ganho compulsoriamente.

    "e que a arte é ligada querendo ou não a uma"

    Não, não é. Estética, a priori, não tem nada a ver com Ideologia. E, não, não uso a definição neutra de ideologia, só para lhe esclarecer.

    "e isso não faz dela melhor o pior."

    Faça Alta Literatura de esquerda e depois me diga. Ah, é mesmo, só o Maiakovsky conseguiu, né? E foi o único prosélito entre, sei lá, uma dezena de milhar de artistas que já existiram no mundo?

    "É sério que vc acredita que o Brasil é um país dominado por socialistas de tendências totalitárias? Olha acho que tu tem de ler sobre economia brasileira e sobre o que é totalitarismo, pois nosso país não se encaixa em nenhum dos dois"

    Eu não acredito em coisa alguma, Antonio. Os fatos estão aí para quem quiser ver. Quer mais esquema de poder, coisa que só as ditaduras têm, do que o Mensalão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "e Lula não foi exemplo suficiente, sua concepção política está definitivamente distorcida, meu amigo. Quer outras? Bolsa-Família, Cotas para Deputados, etc."
      O "Bolsa Família" faz parte de um processo econômico de base "Keynista", no fundo ele é mais um modo de incentivo e introdução econômica do que uma medida de assistência, porem os economistas liberaças não falam isso.

      "Não mesmo, mas é intrínseco ao esquerdismo em geral."
      Não isso é uma coisa de certos tipos de regimes totalitários sendo que totalitarismo é outro eixo não ligado a "direita ou esquerda".

      "Se formos por esse argumento, revogamos a liberdade, pois ninguém é 100% livre em nada."
      Bem fale isso aos economistas liberais, pois para eles todos somos 100% livres!

      "Não, não é. Estética, a priori, não tem nada a ver com Ideologia. E, não, não uso a definição neutra de ideologia, só para lhe esclarecer."
      A arte é muito mais do que a pura estética, alem disso defina-lá como tal já é uma ação ideológica, pois é um filtro de percepção na analise do material artístico.
      Então temos uma impasse em nossas definições de ideologia! Ou seja isso não vai a lugar nenhum.

      "Faça Alta Literatura de esquerda e depois me diga. Ah, é mesmo, só o Maiakovsky conseguiu, né? E foi o único prosélito entre, sei lá, uma dezena de milhar de artistas que já existiram no mundo?"
      OK. Não falo de literatura, pois não é o tipo de arte que mais tenho contato ou conheço. (Admito que preciso sair dos livros de arquitetura urbanismo e variantes) porem lembrei de um certo poeta um tal "Pablo Neruda"! Comunistão roxo e apoiador do Allende.
      Bem que tal arquitetura? Os nossos três maiores arquitetos "Oscar Niemayer", "Villanova Artigas" e "Paulo Mendes da Rocha" foram comunas!
      Porem esses não viviam em ditaduras de esquerda! OK. Então como o cinema soviético conseguiu ser tão bom, sendo que muitos dos filmes eram de forte ligação com o estado (Cara a lista de diretores é tão grande que demoraria horas os citando.

      "Eu não acredito em coisa alguma, Antonio. Os fatos estão aí para quem quiser ver. Quer mais esquema de poder, coisa que só as ditaduras têm, do que o Mensalão?"
      Cara o Mensalão foi apenas um esquema entre milhares que acontecem nesse país e em vários outros do mundo, não tem nada a ver como totalitarismo! Se toca. Dá uma olhadinha nesses 2 mapas, eles demonstram o nível global de corrupção! E olha só o Brasil teve uma queda interessante durante o governo Lula e Dilma. Que coisa não!
      http://jornalcasual.blogspot.com.br/2013/01/mapa-da-corrupcao-mundial-20072012.html

      Excluir
    2. "O "Bolsa Família" faz parte de um processo econômico de base "Keynista", no fundo ele é mais um modo de incentivo e introdução econômica do que uma medida de assistência, porem os economistas liberaças não falam isso."

      Liberaças? Tenha dó, Antônio. O próprio Keynes implantou apenas mais um regime de bomba-relógio econômica no fundo. E outra, é de assistência sim, os próprios petistas assumem isso.

      "Não isso é uma coisa de certos tipos de regimes totalitários sendo que totalitarismo é outro eixo não ligado a "direita ou esquerda"."

      Faça da esquerda democrática um regime que dure o mesmo tempo que o Capitalismo e depois converse comigo. Isso é IMPOSSÍVEL. O número de mortes necessárias começa a aumentar muito com o passar do tempo.

      "Bem fale isso aos economistas liberais, pois para eles todos somos 100% livres!"

      Prove.

      "A arte é muito mais do que a pura estética, alem disso defina-lá como tal já é uma ação ideológica, pois é um filtro de percepção na analise do material artístico."

      Não disse que ela é pura estética. Favor reler minha resposta.

      "OK. Não falo de literatura, pois não é o tipo de arte que mais tenho contato ou conheço. (Admito que preciso sair dos livros de arquitetura urbanismo e variantes) porem lembrei de um certo poeta um tal "Pablo Neruda"! Comunistão roxo e apoiador do Allende."

      Ele foi prosélito comunista? Não, certo? Então seu ponto de vista continua inválido. E, mesmo se fosse, tem noção de quantos poetas existiram na história?

      "Bem que tal arquitetura? Os nossos três maiores arquitetos "Oscar Niemayer", "Villanova Artigas" e "Paulo Mendes da Rocha" foram comunas!"

      Foram prosélitos? E foram 3 entre MILHARES de arquitetos, eis a questão.

      "Porem esses não viviam em ditaduras de esquerda! OK. Então como o cinema soviético conseguiu ser tão bom, sendo que muitos dos filmes eram de forte ligação com o estado (Cara a lista de diretores é tão grande que demoraria horas os citando."

      E o cinema soviético é conhecido onde mesmo? E a Literatura russa, ficou como durante o regime soviético?

      "Cara o Mensalão foi apenas um esquema entre milhares que acontecem nesse país e em vários outros do mundo, não tem nada a ver como totalitarismo! Se toca."

      Leia isto e depois conversamos:

      http://www.implicante.org/artigos/frei-betto-o-pt-trocou-um-projeto-de-brasil-por-um-projeto-de-poder/

      http://www.implicante.org/artigos/o-mensalao-nao-foi-corrupcao-o-mensalao-e-uma-mentalidade/

      http://www.implicante.org/artigos/o-mensalao-nao-foi-corrupcao-o-mensalao-e-uma-mentalidade/

      Excluir
    3. "Liberaças? Tenha dó, Antônio. O próprio Keynes implantou apenas mais um regime de bomba-relógio econômica no fundo."
      Liberaças é o apelido para "liberais conservadores" (O que para min é uma contradição). E Keynes implantou um sistema econômico de crise e não bomba relógio, bomba relógio é o liberalismo puro que gera uma crise atrais da outra e não sabem muito bem como sair delas. (Sim eu tenho muito medo da economia ortodoxa, pois poe essa disciplina como um fim de si mesmo).

      "Faça da esquerda democrática um regime que dure o mesmo tempo que o Capitalismo e depois converse comigo. Isso é IMPOSSÍVEL. O número de mortes necessárias começa a aumentar muito com o passar do tempo."
      O único regime realmente de esquerda democraticamente eleito até hoje foi deposto por um golpe militar 3 anos depois! Sim estou falando do Chile, ou seja a historiografia nos diz que o maior perigo para a esquerda democrática é a direita totalitária (E se falar que o Pinochet não é de direita se mata ou melhor pegue um livro de história).

      "Foram prosélitos? E foram 3 entre MILHARES de arquitetos, eis a questão."
      OK! Porem são os 3 mais influentes arquitetos da historia do país! Com reconhecimento internacional e estudados em escolas de arquitetura do mundo inteiro, com uma produção vasta e super bem estudada e documentada, ou seja esse 3 seres são extremamente importantes para quem faz arquitetura.

      "E o cinema soviético é conhecido onde mesmo? E a Literatura russa, ficou como durante o regime soviético?"
      O cinema soviético é conhecido por que faz cinema, posso te afirmar que boa parte das técnicas que são usadas no cinema atual tem sua origem nesse remoto país de dimensões absurdas.
      Já te disse que não conheço o assunto portanto não o comento (Vc precisa aprender a fazer isso sério!)

      "Leia isto e depois conversamos:
      http://www.implicante.org/artigos/frei-betto-o-pt-trocou-um-projeto-de-brasil-por-um-projeto-de-poder/
      http://www.implicante.org/artigos/o-mensalao-nao-foi-corrupcao-o-mensalao-e-uma-mentalidade/"

      IMPLICANTE. ORG! GEZUIS! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK EU
      RI! Pegue livros de geografia política atual e veja um panorama, verossímil e não esses contos reacionários!
      O mensalão foi um caso de corrupção gravíssimo, porem devidamente julgado, e o PT fez o que todos os outros partidos fizeram, o Maluf quando foi presso tinha a militância do PP em frente! A diferença é que a impressa não ficava em cima (OBS: Achei a atitude do PT babaca nesse caso).

      Abraço

      Excluir
  3. Lucas Pierre Domingos5 de dezembro de 2013 18:46

    Parabéns, ótima reflexão!

    ResponderExcluir
  4. "bomba relógio é o liberalismo puro que gera uma crise atrais da outra e não sabem muito bem como sair delas"

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.

    "O único regime realmente de esquerda democraticamente eleito até hoje foi deposto por um golpe militar 3 anos depois! Sim estou falando do Chile, ou seja a historiografia nos diz que o maior perigo para a esquerda democrática é a direita totalitária (E se falar que o Pinochet não é de direita se mata ou melhor pegue um livro de história)"

    1- Um livro de história... de esquerda
    2- Cara, você tem a mínima noção da diferença entre autoritarismo e totalitarismo? Antonio, não me faça rir. Pode eleger democraticamente, quero ver é SE MANTER democraticamente.

    "OK! Porem são os 3 mais influentes arquitetos da historia do país! Com reconhecimento internacional e estudados em escolas de arquitetura do mundo inteiro, com uma produção vasta e super bem estudada e documentada, ou seja esse 3 seres são extremamente importantes para quem faz arquitetura."

    Foram prosélitos?

    "O cinema soviético é conhecido por que faz cinema, posso te afirmar que boa parte das técnicas que são usadas no cinema atual tem sua origem nesse remoto país de dimensões absurdas.
    Já te disse que não conheço o assunto portanto não o comento (Vc precisa aprender a fazer isso sério!)"

    Se não conhece, passe a conhecer.

    "IMPLICANTE. ORG! GEZUIS! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK EU
    RI! Pegue livros de geografia política atual e veja um panorama, verossímil e não esses contos reacionários!"

    Cita "livro de geografia política" esquerdista como argumento de autoridade: Meu, cê tem problema?

    ResponderExcluir
  5. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. Favor ler como as medidas econômicas ortodoxas levaram a Grécia para o buraco nesse crise e como ela foi gerada principalmente por medidas liberais (Não unicamente).

    Sei muito bem a diferença entre os dois Otavin!
    E por favor sem tentar prever história que isso é feio, afinal como disse só se ouve um regime realmente de esquerda que foi eleito democraticamente e bem ele foi golpeado em 3 anos, é bom te lembrar que Cuba, China, Russia, Vietnã e etc... não tinham um regime democrático construído no momento de suas revolução, ou seja seria muito leviano afirmar a sua suposição!

    Foram prosélitos?
    Vc pode fazer o favor de modificar a pergunta, não to entendendo o sentido que vc quer usar da palavra prosélitos.

    Foi uma trolagem meu caro!

    Bem porem com vc tocou no assunto, acho uma besteira essa sua posição de não ler autores de tendencias marxistas, sabe é uma visão ideológica tão mais tão rasteira, existe coisas boas neles, assim como em autores "de direita", sim pode parecer piada mais já li boas coisas de direita, afinal parto da teoria de que não se consegue criticar algo que vc não conhecer, algo que pelo visto vc essa "nova direita" não tem consciência ao taxar tudo como mentiras e tentativas de doutrinação! (E cuidado com esse discurso afinal os fascistas amavam faze-lo).

    ResponderExcluir
  6. "Sei muito bem a diferença entre os dois Otavin!
    E por favor sem tentar prever história que isso é feio, afinal como disse só se ouve um regime realmente de esquerda que foi eleito democraticamente e bem ele foi golpeado em 3 anos, é bom te lembrar que Cuba, China, Russia, Vietnã e etc... não tinham um regime democrático construído no momento de suas revolução, ou seja seria muito leviano afirmar a sua suposição!"

    Meu amigo, já leu o Manifesto? Pois leia. Verá, ali, que marxismo democrático é IMPOSSÍVEL. O número de mortes, assim como a censura, crescem progressistamente, digo, progressivamente, rsrsrsrs

    "Foram prosélitos?
    Vc pode fazer o favor de modificar a pergunta, não to entendendo o sentido que vc quer usar da palavra prosélitos."

    Militaram pela esquerda na arte? E, se militaram, foram suas melhores obras?

    "Bem porem com vc tocou no assunto, acho uma besteira essa sua posição de não ler autores de tendencias marxistas, sabe é uma visão ideológica tão mais tão rasteira, existe coisas boas neles, assim como em autores "de direita", sim pode parecer piada mais já li boas coisas de direita, afinal parto da teoria de que não se consegue criticar algo que vc não conhecer, algo que pelo visto vc essa "nova direita" não tem consciência ao taxar tudo como mentiras e tentativas de doutrinação! (E cuidado com esse discurso afinal os fascistas amavam faze-lo)."

    Claro que leio autores de esquerda. Só não leio com o objetivo de tomá-los como uma verdade absoluta e inquestionável. Não é preciso ser especialista em Geopolítica para analisar política de forma eficiente. Morgen, por exemplo, não é, e faz análises mais profundas que muito cientista político neocomunista por aí.

    ResponderExcluir
  7. Bem isso continua sendo uma suposição, já te disse mil vezes que não li o manifesto, mais sim "O Capital" e "A Ideologia Alemã"

    Bem O Niemayer sim com certeza, é só ver as referencias que colocava em suas obras, alem de ter feito a magnifica "Sede do Partido Comunista Francês" que é provavelmente o que se tem de melhor feito na cidade de paris nos anos 60 e 70.
    O Artigas e o Paulo não, apesar de as obras deterem uma certa influencia desse pensamento a esquerda.
    Bem principais obras deles (Para ter uma ideia de quem estou falando). Artigas: FAU/USP, Estadio do Morumbi. Paulo Mendes: MUBE, e a reforma da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

    "Claro que leio autores de esquerda. Só não leio com o objetivo de tomá-los como uma verdade absoluta e inquestionável."
    Sério! Eu penso da mesma maneira, porem é incrível como descordamos brutalmente nas questões.

    "Morgen, por exemplo, não é, e faz análises mais profundas que muito cientista político neocomunista por aí."
    Bem neocomunista é foda pois a maioria dos caras comunas que leio nessa área os são a mais de 30 anos! Ou seja chama-los de "Neocomunas" me soa estranho. E cara eu acho o Morgenstern muito mais muito fraco, muito obvio e com extrema dificuldade de encontrar e admitir suas contradições, alem de ter um certo desconhecimento do pensamento de esquerda. (O PT hoje é um partido de centro-esquerda, com uma tímida politica assistencialista ligada a uma politica econômica heterodoxa, qualquer coisa que fuja a isso é teoria da conspiração ou ignorância contra o que se chama de "esquerda").

    ResponderExcluir
  8. "Bem O Niemayer sim com certeza, é só ver as referencias que colocava em suas obras, alem de ter feito a magnifica "Sede do Partido Comunista Francês" que é provavelmente o que se tem de melhor feito na cidade de paris nos anos 60 e 70.
    O Artigas e o Paulo não, apesar de as obras deterem uma certa influencia desse pensamento a esquerda.
    Bem principais obras deles (Para ter uma ideia de quem estou falando). Artigas: FAU/USP, Estadio do Morumbi. Paulo Mendes: MUBE, e a reforma da Pinacoteca do Estado de São Paulo."

    Ou seja, já se contradisse. Antonio, não se aceita proselitismo em arte porque, geralmente, quem é prosélito NÃO é artista, é simplesmente militante. É só procurar na própria arquitetura. Quantos arquitetos que você adora MILITARAM, na Arte, pela esquerda ou pela direita? E quantos fizeram algo DIGNO de ser chamado de Arte? Até agora só me listou um.

    "Sério! Eu penso da mesma maneira, porem é incrível como descordamos brutalmente nas questões."

    Porque você é marxista e eu não. Agora, se não toma os esquerdistas como Bíblia, por que me mandou parar de cair "no conto neoliberal" (HAHAHAHAHAHAHAHAHA) e ir ler "analistas DE VERDADE" (e de esquerda, diga-se de passagem)?

    "Bem neocomunista é foda pois a maioria dos caras comunas que leio nessa área os são a mais de 30 anos! Ou seja chama-los de "Neocomunas" me soa estranho."

    Sakamoto é comunista há mais de 30 anos? Cynara Menezes? Lola Aronovich?

    " (O PT hoje é um partido de centro-esquerda, com uma tímida politica assistencialista ligada a uma politica econômica heterodoxa, qualquer coisa que fuja a isso é teoria da conspiração ou ignorância contra o que se chama de "esquerda")."

    Nem vou zuar, vai que é doença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Nem vou zuar, vai que é doença."
      O fato de achar que nossa direita é burra e não sabe atacar o Pt aonde ele merece ser atacado em vez de ficar chamando o mensalão de plano totalitário? Se isso é ser doente sou com muito orgulho.

      Sakamoto é comunista há mais de 30 anos? Cynara Menezes? Lola Aronovich?
      O Saka só leio quando fala sobre urbanismo, o que fico feliz pois ele tem uma bela clareza nisso. A Cynara é uma boa entrevistadora, e pessoalmente acho que ela escreve reportagens bem interessantes as vezes. Já a outra não tenho a menor ideia de quem seja.

      Excluir
    2. "O fato de achar que nossa direita é burra e não sabe atacar o Pt aonde ele merece ser atacado em vez de ficar chamando o mensalão de plano totalitário? Se isso é ser doente sou com muito orgulho."

      Não, a doença está em achar que o PT não é de esquerda e que, pior, tem uma "tímida política assistencialista."

      "O Saka só leio quando fala sobre urbanismo, o que fico feliz pois ele tem uma bela clareza nisso. "

      Pois deveria ler em outros tópicos.

      "A Cynara é uma boa entrevistadora, e pessoalmente acho que ela escreve reportagens bem interessantes as vezes"

      Falou bem: Às vezes, o que, para comunas, quer dizer "quase nunca".

      "Já a outra não tenho a menor ideia de quem seja."

      Feministoide gorda e feia bagarai.

      Excluir
    3. "Não, a doença está em achar que o PT não é de esquerda e que, pior, tem uma 'tímida política assistencialista.'"
      O PT é centro-esquerda, o que é uma bruta diferença! O PT não fala em socialização de meios de produção a décadas e esta em completamente inserido dentro do cenário de jogo de poder brasileiro. A política assistencialista é realmente tímida. Compare com a França! Suécia! Finlândia! Lá vc tem uma real politica assistencialista, aqui essa politica alem de tímida tem sua origem em uma ideia econômica, ou seja a de colocar um pouco mais de dinheiro na classes mais baixas e dali gerar renda sem a mexer no atual modo de produção.

      "Falou bem: Às vezes, o que, para comunas, quer dizer 'quase nunca'"
      Às vezes significa às vezes! Eu não estou falando do Olavo de Carvalho! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Falando nesse idiota! Vc já viu isso! É muito bom. https://www.youtube.com/watch?v=qbvyS8RFWW4&hd=1 Funk dos Fetos Abortados - Por Olavo de Carvalho.

      "Feministoide gorda e feia bagarai."
      OK Brad Pitt! KKKKKKKKKKKKKKKKKKK Só autora feminista seria o suficiente!

      Excluir
  9. "O PT é centro-esquerda, o que é uma bruta diferença! O PT não fala em socialização de meios de produção a décadas e esta em completamente inserido dentro do cenário de jogo de poder brasileiro."

    Isto porque você se esquece de que o jogo de poder brasileiro é voltado totalmente PARA o PT, e não contra ele. Tenha dó, Antonio, até o Aldo Rebelo assumiu que o objetivo da aliança PCdoB-PT é formar "um partido COMUNISTA forte".

    "A política assistencialista é realmente tímida. Compare com a França! Suécia! Finlândia! Lá vc tem uma real politica assistencialista, aqui essa politica alem de tímida tem sua origem em uma ideia econômica, ou seja a de colocar um pouco mais de dinheiro na classes mais baixas e dali gerar renda sem a mexer no atual modo de produção."

    Isto porque o PT é um governo de transição entre regimes e, por isso, não pode, ainda mostrar suas garras. Isso daí é conversa para enganar liberal, ou, como diria você, "liberaça".

    "OK Brad Pitt! KKKKKKKKKKKKKKKKKKK Só autora feminista seria o suficiente!"

    Não, não seria: http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://3.bp.blogspot.com/-fOuHnJ2sTz4/Tyl-vZwIAnI/AAAAAAAABV0/uQLOECJyXvQ/s1600/LOLA%2BARONOVICH.jpg&imgrefurl=http://mulheresquehonramorole.blogspot.com/2012/01/lola-aronovich.html&h=300&w=400&sz=13&tbnid=GuTvJjh1OWX10M:&tbnh=98&tbnw=131&zoom=1&usg=__yrXuVZHLe0tHK-NrRnR1HRQH4KY=&docid=yfL8op6iJDKOwM&sa=X&ei=9pGjUs6DKsS52QXoy4HgBw&sqi=2&ved=0CDMQ9QEwAg
    rsrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OK! Agora vamos aos fatos históricos propriamente ditos.
      O PT esta no governo da república federativa do Brasil a quase 11 anos. Ou seja dos nossos 28 anos de regime democrático ele passou 40% do tempo no poder. (Numero considerável não?), então. Nesses 11 anos de poder o partido adotou medidas que buscavam implantar um regime socialista no Brasil, porem nesses 11 anos de governo ele não fez nada a respeito. Não fez reforma agrária, não fez reforma urbana, não fez reforma judiciária e prisional, não fez reforma no sistema político, não fez reforma previdenciária, não fez reforma no sistema de saúde, não fez reforma no sistema de educação. NÃO FEZ NADA!
      Economia como o PT quer dominar a politica ele tem de dominar a economia certo? Quantas estatais foram criadas! 8 em 10 anos, sendo somente uma de grande poder econômico e quantas foram restatizadas? 0. Que mais... Concessões, bem o PT não deixou de fazer concessões de serviços públicos, a ultima foi a polêmica do pré sal!
      QUE SENHOR GOVERNO QUE PLANEJA UM GLOPE DE ESTADO EM?

      Obs: Aldo Rebelo é um exemplo em! Ele é o cara do comunistérimo código florestal!

      Agora me fale uma medida concreta do PT que te faz pensar isso? UMA!

      Excluir
  10. "O PT esta no governo da república federativa do Brasil a quase 11 anos. Ou seja dos nossos 28 anos de regime democrático ele passou 40% do tempo no poder. (Numero considerável não?), então. Nesses 11 anos de poder o partido adotou medidas que buscavam implantar um regime socialista no Brasil, porem nesses 11 anos de governo ele não fez nada a respeito"

    Se ele adotou, como ele não fez nada a respeito?

    "Não fez reforma agrária, não fez reforma urbana, não fez reforma judiciária e prisional, não fez reforma no sistema político, não fez reforma previdenciária, não fez reforma no sistema de saúde, não fez reforma no sistema de educação. NÃO FEZ NADA!"

    Isto porque, como dito, é um governo de transição e GRAMSCISTA, que, portanto, quer controlar a mentalidade das pessoas de tal modo que elas não consigam mais fazer uma oposição organizada quando esses projetos forem levados a cabo. Aliás, como você mesmo disse, quem é a oposição do PT no Brasil mesmo?

    "Economia como o PT quer dominar a politica ele tem de dominar a economia certo? Quantas estatais foram criadas! 8 em 10 anos, sendo somente uma de grande poder econômico e quantas foram restatizadas? 0."

    Isso porque, para reestatizar, o PT teria de gastar dinheiro público e ainda JUSTIFICAR o porquê de sua decisão.

    "QUE SENHOR GOVERNO QUE PLANEJA UM GLOPE DE ESTADO EM?"

    Sua capacidade de análise está adulterada por sua incapacidade de perceber que esse é um governo de TRANSIÇÃO, Antonio.

    "Obs: Aldo Rebelo é um exemplo em! Ele é o cara do comunistérimo código florestal!"

    Como se a URSS fosse algum exemplo de preservação ambiental, o mesmo valendo para Cuba e Coréia do Norte.

    "Agora me fale uma medida concreta do PT que te faz pensar isso? UMA!"

    1- Usar dinheiro público para comprar votos de deputados para projetos do partido e para corromper o judiciário, o que, progressivamente, vai unificar sob o comando do Executivo os três poderes e romper o equilíbrio democrático.

    2- Não sair em defesa do homem que puseram na CDHM simplesmente porque a base aliada inventou de acusá-lo de uma série de crimes "de ódio" que ele, na real, não cometeu. E isto porque o Partidão não queria cumprir uma PROMESSA DE CAMPANHA.

    3- Romper com os valores sociais preestabelecidos por meio de bizarrices como o kit-gay ou o livro didático "nós pega o peixe".

    Ok, quer mais algum ou só esses já são suficientes?

    ResponderExcluir
  11. Desculpe a demora em responder essa semana foi extremamente sem tempo.

    "1- Usar dinheiro público para comprar votos de deputados para projetos do partido e para corromper o judiciário, o que, progressivamente, vai unificar sob o comando do Executivo os três poderes e romper o equilíbrio democrático."

    OK, porem os deputados comprados não eram da "base aliada"? Contraditório pra caralho isso, afinal vc compra alguém que em teoria seria seu aliado ou de fácil convencimento.
    O PT mantem uma política muito boa quanto ao judiciário, tanto que as suas indicações ao supremo por exemplo são pautadas em votações entre os juízes!
    Isso que vc tá defendendo Octávio é teoria da conspiração nada com muita base política real

    "2- Não sair em defesa do homem que puseram na CDHM simplesmente porque a base aliada inventou de acusá-lo de uma série de crimes "de ódio" que ele, na real, não cometeu. E isto porque o Partidão não queria cumprir uma PROMESSA DE CAMPANHA."

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK! Cara acho que a melhor pergunta a se fazer é: Como um cara como o Feliciano é eleito.
    Dois: Como é que tiveram coragem de colocar ele nessa posição sabendo do seu discurso homofóbico e antilaicista (Aconselho vc a um dia ir em um culto desse ser, vc como bom ateu terá vergonha do que esse ser faz com a religião.)

    "3- Romper com os valores sociais preestabelecidos por meio de bizarrices como o kit-gay ou o livro didático "nós pega o peixe"."
    Bizarrices como essa? http://www.youtube.com/watch?v=ufDolnFjovM
    Pois pra min isso é muito melhor que muita coisa por ai muito cuidadoso e com certeza sem propaganda homossexual, sendo somente um discurso de tolerância "O único erro foi o problema matemático do final".

    ResponderExcluir
  12. Antonius,

    "OK, porem os deputados comprados não eram da "base aliada"? Contraditório pra caralho isso, afinal vc compra alguém que em teoria seria seu aliado ou de fácil convencimento.

    Exatamente, os deputados eram da base aliada, mas ambos sabemos como é a base aliada, porque sabemos quais são os partidos pelos quais ela é composta. Além disso, se os votos forem comprados rotineiramente, haverá a garantia de que o poder legislativo será controlado pelo PT e, portanto, se submeterá ao poder executivo, o que quebra justamente a isonomia e independência montesquieuana dos poderes, que é uma das bases justamente de quê? Pois é, do ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO.

    "O PT mantem uma política muito boa quanto ao judiciário, tanto que as suas indicações ao supremo por exemplo são pautadas em votações entre os juízes!"

    Hein? Porra, velho, acha mesmo que os juízes iriam votar voluntariamente em DIAS TOFFOLI, advogado do PT, e CARMEM LÚCIA, que manjava menos do que o estudante de Direito comum de Direito Constitucional?

    "KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK! Cara acho que a melhor pergunta a se fazer é: Como um cara como o Feliciano é eleito."

    Não interessa. Isso é um detalhe supérfluo e irrelevante para o cumprimento das promessas.

    "Dois: Como é que tiveram coragem de colocar ele nessa posição sabendo do seu discurso homofóbico e antilaicista "

    1- A CDHM não faz, na realidade, porra nenhuma
    2- Feliciano é antilaicista, mas não fere a LAICIDADE, apenas desafia o laicismo de cretinos como Jeferson Pereira e Jean Wyllys, que querem, na verdade, descristianizar a sociedade à força. Esclareço isso melhor em outros ensaios meus, especialmente em "Mídia, Superficialidade e Liberdade".

    "(Aconselho vc a um dia ir em um culto desse ser, vc como bom ateu terá vergonha do que esse ser faz com a religião.)"

    Sou ateu, não neo-ateu. Dentro do culto dele, ele que faça o que bem entender, desde que não pregue que se deva matar alguém.

    "Bizarrices como essa? http://www.youtube.com/watch?v=ufDolnFjovM"

    Não, tipo isso aqui: http://holofote.files.wordpress.com/2011/05/cartilha-o_caderno_das_coisas_importantes.pdf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Não, tipo isso aqui: http://holofote.files.wordpress.com/2011/05/cartilha-o_caderno_das_coisas_importantes.pdf"
      Qual é a faixa etária em que isso é aplicado?
      Se for por lá dos 12 anos não vejo nada de mais.

      Excluir
  13. O tom definitivamente não é para 12 anos, mas para antes disso

    ResponderExcluir