3 de mar de 2013

Falácias e Merchandising 2

Olá, amigos leitores, hora de batermos mais um papo.

Bom, eu tinha falado há algum tempo que iria fazer duas séries de posts, uma sobre Política e outra "só" sobre Luiz Felipe Pondé, sendo que desta falarei em outro post e daquela falarei neste.

Acontece, porém, que tive uma nova ideia para facilitar um pouco mais a nossa comunicação nestes posts. Por isso,  vou explicar primeiro essa minha ideia e depois comentarei sobre como será a minha série sobre Política.

Vamos, então, aos trabalhos. Depois de conversar um pouco com alguns leitores, e especialmente com o leitor Antônio Amaral, mencionado brevemente no post anterior, percebi que um dos problemas que meus posts vêm tendo é o fato de eles serem muito longos. Isso se dá exatamente porque, ao contrário do que eu fazia antes, hoje procuro simplificar e clarear o máximo possível as ideias que expresso nos textos. O detalhe é que é exatamente a falta de uso de termos mais técnicos que deixa os meus posts mais longos, pois ideias que eu poderia expressar em duas ou três linhas precisam de mais de dez para serem, ainda assim, mal expressas.

Decidi por bem, então, começar a fazer posts explicando alguns termos técnicos que eu venha a usar em meus textos. Entre eles, temos as falácias, que já usei em alguns posts. Logicamente, existem milhares de listas de falácias internet afora, porém, acho nelas um defeito crônico, que é o de dar poucos exemplos.

Para evitar ter que linkar 500000 coisas sobre falácias toda vez que usar uma nomenclatura ou duas que sejam, prefiro então fazer a minha própria lista das falácias. Basicamente, serão posts muito curtos apenas explicando brevemente cada falácia e dando muitos exemplos, inclusive mais práticos que os das atuais listas (rs). Depois de feitos, vou linkar todos os posts em um só e chamá-lo de "Lista de Falácias por Octavius".

Mesmo assim, não tenho uma memória muito boa, leitor, então posso deixar de falar de uma ou duas falácias sem a sua ajuda. Então, amigo leitor, conto com você nessa. Caso queira ver alguma falácia de que tenha ouvido falar, comente aqui no blog. Por exemplo, você pode falar: "Ei, Octavius, o que é a falácia da falsa dicotomia?". Se não souber um nome específico, mas quiser colocar um caso, também pode. Por exemplo: "Ei, Octavius, tem alguma falácia para quando uma pessoa coloca apenas dois caminhos opostos para algo que tem outras alternativas?".

Não importa qual seja a dúvida, caro leitor, fale e eu tentarei explicar da melhor forma possível. Porém, como tenho leitores da Filosofia, da Sociologia e da Retórica, conto com eles para corrigirem minhas eventuais falhas, pois, como devem imaginar, não sou especialista no assunto.

Agora, sobre a série sobre Política. Basicamente, farei aqui o mesmo esquema que fiz na série sobre Religião. Não falarei sobre os assuntos com enfoque direitista ou esquerdista (também porque sou apolítico, rs), explicando-os, ao invés disso, apenas com meus pontos de vista. Esta série, especialmente por ter milhares de assuntos possíveis, também não tem data para o fim, mas vocês saberão quando ela acabar, pois meu último post será sobre o que eu considero um "apolítico" (e por isso o nome da série é "Eu, Apolítico") e como eu idealizo que a política deva ser feita.

No entanto, ao contrário da série anterior, vou organizar esta aqui de um modo diferente. No caso, vou deixar, no fim do post, um espaço para vocês fazerem sugestões, mas já adiantarei alguns dos temas sobre os quais falarei com certeza (por exemplo, a questão do Aborto no Brasil, pela terceira vez), sobre os quais talvez fale (Por exemplo, sobre a Redução da Maioridade Penal) e sobre os quais dificilmente falarei por falta de informação ou por pouca intimidade com o tema (Eutanásia, por exemplo). Isso não significa que um tema colocado como primeiro na primeira lista será o primeiro que irei discutir, nem que não vou falar sobre os temas da terceira lista, apenas para deixar claro.

Enfim, vou deixar aqui as várias listas, sendo uma com as falácias de que certamente falarei e outra com sugestões de falácias, e as três que já citei mais uma com sugestão de temas no assunto Política.

Bom, era só isso que eu queria comentar, amigos leitores. Só para não perder o costume, deixo, no fim deste post, o link do post com a série sobre Religião na íntegra para que relembrem o esquema, e algumas listas de falácias que vi na internet, entre elas uma em vídeo do meu amigo Clarion de Laffalot.

Enfim, obrigado e até a próxima.

Falácias a serem comentadas:

Argumentum e falácia ad hominem
Falsa Dicotomia/ Falso Dilema
Tu quoque
Post hoc propter ergo hoc
Argumentum ad Antiquitatem
Argumentum ad Nouitatem
Argumentum ad Verecundiam

Haverá, também, uma falácia que eu mesmo detectei e que examinarei no último post da série.

Sugestões de Falácias:


Temas que serão discutidos em "Eu, Apolítico":

Legalização/Descriminalização/Despenalização do Aborto
A questão "gay": PL 122, Silas Malafaia, J.R. Guzzo e outras histórias
O que é estado laico?
Pena de Morte
Políticas de Cotas e Ações Afirmativas

Temas que provavelmente serão discutidos em "Eu, Apolítico":

Redução da Maioridade Penal
Legalização do Porte de Armas

Temas que dificilmente serão discutidos em "Eu, Apolítico":

Eutanásia
Legalização da Maconha e outras drogas
Yoani Sanchez
Nióbio

Temas sugeridos pelos leitores:


Série "Religião": http://www.adtantumargumentandum.blogspot.com.br/2013/01/de-frente-com-o-ateu-o-resumo-da-opera.html


Listas de "falácias": 
http://ateus.net/artigos/ceticismo/guia-de-falacias-logicas-do-stephen/
http://www.lemma.ufpr.br/wiki/images/5/5c/Falacias.pdf
http://www.youtube.com/playlist?list=PL7298E65F62E9A957

PS: Sim, eu sei que essa "Eu, Apolítico" soa como o nome do canal do tonto do Yuri Grecco, mas foda-se, rs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário