1 de out de 2011

Um olhar sobre a Leitura

Bom, pessoal, este é o post sobre Leitura. Foi tema de redação da UNESP e do ENEM. Minha abordagem ficou... bom, não direi mais. Boa leitura! (literalmente)

A Releitura

Desde o começo dos tempos civilizatórios, a humanidade sofre e participa de várias transformações, sejam de ordem evolutiva, social, política, econômica e até mesmo intelectual. Após o advento da escrita, o ser procurara formas de expressar seus mais profundos anseios poético-emocionais. Tal processo fora facilitado após a invenção da prensa tipográfica (Século XIV), a qual possibilitou maior divulgação e produção de obras literárias.
Porém, mesmo com acessibilidade cada vez maior e suma importância para a formação cultural e pessoal dos indivíduos, os livros (e subsequentemente a leitura) são cada vez mais negligenciados pelas massas, as quais preferem os confortos e as praticidades da televisão e da Internet como meio de informação e para a busca de conhecimento.
Apesar de inexistirem nítidas mudanças sociais em curto prazo por causa de tal comportamento, os danos em longo prazo já se revelam em variados países. A nação brasileira, por exemplo, que sempre negligenciara a leitura (mesmo que muitas vezes por falta de recursos monetários), atualmente é assolada por maus políticos e líderes sem cultura, que fazem desse povo mero refém de suas politicagens.
Em síntese, a importância da leitura na formação do indivíduo, seja pessoal ou cultural, é total. Nações cujos sistemas político-econômicos são falhos e/ou países culturalmente atrasados provavelmente têm na negligência à leitura um grande fator primário da causa de tais ocorrências. A solução apresenta-se com a reversão de tais quadros por meio de incentivos variados à leitura e até mesmo por uma releitura em valores filosóficos e culturais das nações afetadas.

Um comentário:

  1. Concordo plenamente com os comentários, mas acho que os responsáveis pela questão deveriam olhar com mais cuidado para a internet e as novas tecnologias, tentando tirar daí novas formas de incentivo à leitura. Duvido que um jovem saia da frente dos computadores e peguem um livro.

    ResponderExcluir