1 de abr de 2011

A Hora da Imprensa (2º Lugar)

Bom, blogueiros, com este título ( não há referências a Clarice Lispector, ok? :P), resumo o propósito do meu texto. O tema é: Imprensa e seu papel em uma sociedade democrática ( Banco de Redações UOL Abril 2010). Tenham uma boa leitura.

Que se faça Imprensa!

Entre os anos de 1964 e 1985, o Brasil vivia em um período de regime militar. Esse regime, cujas manchas ainda são aparentes no país (exilados políticos que não retornaram, obras faraônicas de utilidade questionável, entre outras), também trouxe um grande legado cultural ao país. Graças à luta contra o regime, notórios músicos, como Caetano Veloso e Gilberto Gil, ascenderam à fama e enriqueceram tal legado.
Muitos desses ídolos só vieram a ser conhecidos pelo árduo trabalho da imprensa que, em sua maioria, lutava contra o regime. Porém, após a tão sonhada redemocratização, os rumos da imprensa foram dramaticamente alterados.  Ao invés de cumprir o papel informatizante e politicamente ativo o qual lhe foi delegado, alguns indivíduos da imprensa deram fama à mesma de viciosa, tendenciosa, manipuladora e banalizante. Esses mesmos indivíduos ainda privilegiam partidos políticos, sensacionalizam celebridades, divulgam bandas musicais de gosto duvidosas, prezam alguns esportistas e desprezam a elite intelectual brasileira, fazendo com que a reputação da imprensa oponha-se ao que deveria ser, ou seja, um órgão sério e respeitável.
Portanto, esses indivíduos e até mesmo aqueles que trabalham seriamente deveriam aceitar um convite ao bom-senso e começar a trabalhar em prol da informação não manipulada ou politicamente tendenciosa, cumprindo assim a função atribuída à imprensa em uma sociedade democrática. E que se faça imprensa!

Lembre-se: Não tenho a intenção de ofender, e sim de alertar. Portanto, a responsabilidade sobre o que leu é sua. Não me processe, plz

3 comentários:

  1. Olha cara, infelizmente a realidade é essa mesmo. A imprensa segue somente tendências de audiência, despreocupando-se, assim, com sua verdadeira função: informar

    ResponderExcluir
  2. Se analisarmos a imprensa sempre teve seu caráter manipulador e a função de geralmente ditar o que vestimos,comemos e as informações transmitidas para a população... realmente difícil de mudar isso kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Na verdade, levando em conta uma análise histórica, quem fazia isso de + ou - 300 DC a +- 1700 DC era a Igreja, e antes ainda a nobreza ou os governantes

    ResponderExcluir